Piet Mondrian/Pintura nº4/Composição 3 (1913)
(Fonte: Gemeentemuseum Den Haag, Holanda)

Notas publicadas em 29/08/2016 - segunda-feira

ENTRE ASPAS (www.eniopadilha.com.br)

"Uma chave importante para o sucesso é autoconfiança.
Uma chave importante para a autoconfiança é preparação."

ARTHUR ASHE

(1943-1993)
Jogador de tênis conhecido também por seus esforços em causas sociais citado em Grandes Americanos e Heróis Esportivos: 270 das maiores citações sobre esportes de Peggy Anderson e Kyle Miller, página 6

ARTIGO PATROCINADO

AINDA NÃO FALA INGLÊS? SAIBA O QUE ESTÁ PERDENDO
Conheça os 3 principais benefícios da fluência neste idioma.

(Publicado em 29/08/2016)



Aprender um novo idioma nunca foi uma tarefa fácil e muita gente leva anos para conseguir falar inglês com propriedade. Mas, por que aprender uma nova língua? No Brasil, a falta de incentivo tem como reflexo o desinteresse de boa parte da população pela língua. Para se ter uma ideia, estima-se que apenas 1% das crianças brasileiras sejam fluentes no inglês. A escassez também atinge as empresas e, hoje, apenas cerca de 7% dos profissionais do país conseguem comunicar-se sem dificuldade na língua. O fato é que o inglês está se tornando a língua mais falada do mundo, principalmente dentro das empresas, que a utilizam como meio para uma comunicação universalizada. Porém, não é só para a profissão que o inglês se tornou importante, mas para a ampliação dos conhecimentos em geral. Se você ainda está em dúvida se estuda ou não a língua inglesa, conheça as vantagens oferecidas ao bilíngue.

1. Ganhar dinheiro
Com a língua inglesa na ponta da língua, você tem a oportunidade de tirar proveito da tecnologia e ganhar dinheiro onde estiver. A Preply, por exemplo, é uma plataforma nova de ensino on-line que mal chegou no Brasil e já está ajudando muita gente a ganhar dinheiro ou aprender idiomas e matérias escolares. Na Preply, você pode inscrever-se como professor de línguas e dar aulas para estudantes do mundo inteiro, sem precisar sair de casa. Falando a língua inglesa, você poderá, inclusive, fazer trabalho voluntário para ensinar sua língua para refugiados, por exemplo, ou lecionar em escolas de inglês, que é ao que muitos recorrem. Se você quer seguir em sua área acadêmica, seja ela qual for, o inglês será um instrumento a mais para ajudá-lo a conseguir um melhor cargo ou aumentar seu salário em até 40%.

2. Fique mais inteligente
Aprender uma nova língua alarga os horizontes do indivíduo pelo simples fato de tratar-se de algo que requer muitos estímulos para se manifestar. Estudos recentes revelaram que, ao receber as informações, o cérebro começa a ativar partes do cérebro relacionadas com a memória, a habilidade de fazer várias coisas ao mesmo tempo (multitask) e a concentração. A capacidade de raciocínio, o pensamento crítico e a imaginação também aumentam, bem como o próprio tamanho do cérebro, que comprovadamente sofre um leve aumento, em especial no hipocampo e em três outras áreas do córtex frontal. Além dos dados científicos, sabemos que aprender outra língua lhe coloca frente a frente com outra cultura, outros hábitos e outras formas de enxergar a vida. Isso é tão enriquecedor que, em geral, quem se dedica ao aprendizado de outro idioma começa a resgata sua fome de conhecimento.

3. O mundo à sua disposição
Quem aprende um idioma como o inglês, que é a língua mais globalizada do mundo, pode se aventurar em outras terras, cruzando as fronteiras do Brasil. Além disso, não precisará de guias turísticos nem de agências de viagens, que costumam cobrar altos preços. Você pode simplesmente informar-se e viajar sem se preocupar, pois a ferramenta mais importante você já tem: a fluência na língua inglesa. Quem domina uma língua como o inglês também amplia suas fontes de estudo e pode passar um tempo fora fazendo cursos sazonais ou mesmo os de graduação, pós-graduação e mestrado. Em continentes como a Europa, por exemplo, poderá visitar a Itália, a Espanha, a Alemanha, a França e muitos outros países sem precisar falar o idioma local, visto que nesses países mais de 70% da população fala inglês em diferentes níveis. E mesmo em países onde o inglês é mais escasso, sempre terá alguém que fala o idioma, uma vez que o inglês virou uma língua padrão para aeroportos, agências de viagem e turismo. Ou seja, tendo o domínio do inglês você pode rodar o mundo inteiro.



IANA FOMINA
preply.com/pt



---Artigo2016 ---AutorConvidado

Deixe AQUI o seu comentário

Anotações

ABERTURA DA MOSTRA DE GAUDÍ EM FLORIANÓPOLIS

(Publicado em 29/08/2016)



A exposição ‘Gaudí, Barcelona 1900’, abriu ao público em 27 de agosto no Museu de Arte de Santa Catarina (Masc), no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis.

Os ingressos, que custam R$ 10 e R$ 5 a meia-entrada, podem ser adquiridos a partir desta sexta-feira (26), na bilheteria do CIC, no bairro Agronômica. A mostra do arquiteto catalão será realizada até 30 de outubro. A visitação ocorrerá de terça-feira a domingo, das 10h às 21h.

Às terças-feiras a entrada será gratuita, com ingressos distribuídos das 9h45 às 20h, para visitação imediata. Cada pessoa poderá retirar até dois ingressos. Agendamentos a grupos interessados em visitas guiadas já podem ser feitos.



Para obter mais informações visite g1.globo

Comentários?

Concursos de Arquitetura

PRÊMIO OSCAR NIEMEYER

(Publicado em 29/08/2016)



A Rede de Bienais de Arquitetura da América Latina (REDBAAL) lançou a primeira edição do Prêmio Oscar Niemeyer, que busca o reconhecimento do melhor da produção arquitetônica latino-americana, em um momento de sua grande presença no contexto internacional. A premiação será realizada a cada dois anos.
Serão reconhecidos projetos pelo caráter exemplar, pelos seus valores como proposta arquitetônica e tecnológica e pela sua relação com o contexto, com os aspectos sociais, culturais e ambientais. As obras devem ter sido concluídas nos anos de 2012 a 2015 em um país da América Latina ou do Caribe, mesmo que o seu autor seja de origem diversa.
O objetivo é não só o desenvolvimento e integração da arquitetura latino-americana, mas também da criação de um arquivo digital atualizado das Bienais de Arquitetura da América Latina, com projetos apresentados e premiados, conferências e exposições realizadas.



Para obter mais informações visite au.pini

Comentários?

ENGENHARIA

PROJETO INFRAVIAS SERÁ APRESENTADO NO CONTECC
DURANTE A SOEA

(Publicado em 29/08/2016)



Em sua terceira edição, o Congresso Técnico e Científico da Engenharia e da Agronomia (Contecc), que acontece em Foz do Iguaçu (PR), entre 29/8 a 1º/9, durante a 73ª Semana Oficial de Engenharia e da Agronomia (Soea), tem saldo expressivo e ganha atenção de estudantes e profissionais da área tecnológica.

No total, foram enviados 702 trabalhos para avaliação das comissões científicas do Congresso, dos quais 21 foram selecionados para apresentação no congresso. Entre eles, está o projeto INFRAVIAS - Ruas Completas Sustentáveis, de autoria do Eng. Civil Aloisio Pereira da Silva, que é conselheiro da Câmara Especializada de Engenharia Civil do CREA-SC. A apresentação terá a participação do presidente do CREA-SC, Eng. Civil e Seg. Trab. Carlos Alberto Kita Xavier, como moderador.

O INFRAVIAS é uma solução inovadora de redes de infraestrutura urbana que propõe a criação de um modelo sustentável e inteligente de valas subterrâneas. Além de organizar os serviços de gás, água, esgoto, energia elétrica e comunicações, o projeto traz melhorias ao sistema viário, contribuindo para o bem estar e a qualidade de vida da população.



Para obter mais informações visite crea-sc

Comentários?

ENGENHARIA

CADERNO DE 50 ANOS DO SALÁRIO MÍNIMO PROFISSIONAL

(Publicado em 29/08/2016)



Em comemoração aos 50 anos da lei 4.950-A, a Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge) irá lançar, no dia 30/8, um caderno e uma animação sobre o Salário Mínimo Profissional, em Foz do Iguaçu (PR). O lançamento irá ocorrer durante a Semana Oficial de Engenheira e Agronomia (SOEA). “A comemoração dos 50 anos da lei atravessa um momento conturbado no cenário político brasileiro.

Com a paralisação da economia, as demissões de engenheiros aumentam, as empresas estrangeiras estão assumindo os contratos e, por conseguinte, estagnando a produção tecnológica nacional. Mais do que comemorar, os tempos são de afirmação de direitos e defesa da democracia brasileira”, disse o presidente da Fisenge, o engenheiro civil e sanitarista Clovis Nascimento.



Para obter mais informações visite crea-pr

Comentários?

VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL

O ENGENHEIRO LÍDER

(Publicado em 26/08/2016)



Num artigo intitulado "O EXERCÍCIO PROFISSIONAL E A SUSTENTABILIDADE DAS PROFISSÕES: UMA ABORDAGEM MERCADOLÓGICA" que eu escrevi para o 7º Congresso Nacional de Profissionais, realizado em 2010, chamo a atenção para o fato de que o exercício da profissão de engenheiro, pela sua própria característica, geralmente coloca o profissional na posição de comando, com poderes sobre o espaço de trabalho e autoridade sobre os demais agentes. E todos conhecemos a frase de Abraham Harold Maslow: "Se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder."

Ter poder e autoridade é um desafio. E, no caso de engenheiros, uma responsabilidade. O caráter que o indivíduo deixará vir à tona com suas atitudes no exercício do poder ecoará na percepção coletiva da sociedade sobre o caráter dos engenheiros em geral.

A VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL na Engenharia é, sem dúvida um tema inquietante. Centenas de Encontros, seminários, congressos, fóruns ou debates têm a "valorização profissional" como tema central, paralelo ou transversal. Todo mundo tem alguma opinião a respeito, mas pouca gente consegue organizar as ideias e propor alguma coisa realmente nova ou suficientemente fundamentada. Geralmente a conversa não alcança a profundidade de um pires.

O colega engenheiro Luis Henrique Salatiel, com o seu livro "Engenheiro -- Liderança e Produtividade" consegue fugir do óbvio e dá ao seu leitor uma oportunidade de analisar elementos e visões que enriquecem a questão.

O livro apresenta elementos da valorização profissional com base no exercício da liderança. E consegue identificar os principais obstáculos à liderança eficaz e eficiente dos profissionais no campo do trabalho.

Com uma abordagem objetiva e simples, porém muito bem fundamentada em muita leitura e observação, Salatiel discorre sobre as principais teorias que servem de sustentação para esse tipo de conversa. Não se limita ao bla-bla-blá da autoajuda ou da motivação pessoal (típico nesse tipo de livro) e dá ao leitor elementos realmente consistentes para o desenvolvimento de análises e o planejamento das suas ações no universo profissional.

Lendo o livro só me ocorria uma coisa. Quando eu tiver uma oportunidade, quero ter o prazer de sentar a uma mesa com um bom café (ou talvez uma cerveja) e ter uma longa e produtiva conversa com esse autor (o qual eu não tive ainda o privilégio de conhecer pessoalmente). Acho que é essa a melhor impressão que um autor pode despertar num leitor.



ÊNIO PADILHA
www.eniopadilha.com.br | professor@eniopadilha.com.br




FICHA TÉCNICA
Título: Engenheiro -- Liderana e Produtividade
Editora: Navegar Editora
Autor: Luis Henrique Salatiel
ISBN: 978-85-79260-56-8
Formato: 16x22,5cm
Nº de páginas: 133
Ano de publicação: 2015
Edição:
Idioma: Português
Encadernação: brochura

Para adquirir o seu exemplar, clique AQUI





---Artigo2016 ---Valorização Profissional

Deixe AQUI o seu comentário

ADMINISTRAÇÃO - GERAL

SÃO PAULO - 07 e 08/OUT



Clique sobre a imagem acima para obter mais informações ou para fazer sua inscrição.

Deixe AQUI o seu comentário